JA Teline V - шаблон joomla Форекс
ptenes

Grêmio empata no fim, e Palmeiras perde vice-liderança do Brasileirão

Futebol

Numa espécie de prévia das quartas de final da Libertadores (e com escalações praticamente reservas de olho justamente no mata-mata), Palmeiras e Grêmio empataram na noite de hoje (17) pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro

 

Mesmo fora de casa, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), os comandados de Felipão tiveram boa atuação defensiva e anularam a equipe de Renato Gaúcho durante boa parte do jogo. Uma bomba de longa distância, já no apagar das luzes, salvaria os gaúchos da derrota. No fim, 1 a 1 com gols de Dudu, para os alviverdes, e David Braz, para os tricolores.

Com o resultado desta noite, o Palmeiras foi para 30 pontos e perdeu a segunda posição para o Flamengo, que venceu o Vasco mais cedo e tem a mesma pontuação mas aparece com uma vitória a mais (primeiro critério de desempate). A distância para o líder Santos é de dois pontos, mas o time da Baixada Santista, cabe destacar, ainda joga nesta rodada, visitando o Cruzeiro amanhã (18).

O Grêmio, sem vencer há cinco jogos no Brasileirão, segue flertando com o pelotão da parte debaixo da tabela. Hoje com 18 pontos e na 12ª posição, o time gaúcho pode encerrar a rodada a apenas quatro pontos do 17º colocado (e portanto primeiro time do Z4).

Grêmio e Palmeiras voltam a se enfrentar já nesta próxima terça-feira, às 21h30, também na Arena do Grêmio, pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores. Pelo Campeonato Brasileiro, os gaúchos recebem o Athletico-PR no sábado que vem. Os paulistas enfrentam o Fluminense na próxima rodada, mas a partida foi adiada para 10 de setembro.

 

Melhor em campo:Dudu

Único titular do Palmeiras escalado por Felipão entre os jogadores do meio para frente, Dudu mostrou o porquê de não ser poupado: o camisa 7, esbanjando boa condição física, é peça-chave para a equipe alviverde. Puxou diversos contra-ataques, infernizou a defesa gaúcha e, num belo lance para cima de David Braz, foi o responsável por fazer o gol palmeirense.

Grêmio: escalação reserva deixou a desejar

O técnico Renato Gaúcho não conseguiu fazer nenhum setor de sua equipe encaixar no jogo de hoje. A defesa teve muita dificuldade para frear os contra-ataques do Palmeiras. O meio de campo tocou, tocou e tocou a bola, mas ou errava passes ou era desarmado pelos alviverdes. A consequência foi um ataque praticamente isolado. Restaram justamente os chutes de longe como alternativa. E foi numa dessas pancadas de fora da área que David Braz empataria a partida para o Grêmio.

 

Palmeiras: (quase) perfeito em sua proposta de jogo
Sem pretensão de ditar o ritmo do jogo, o Palmeiras de Felipão armou uma retranca pra lá de perfeita. Mesmo tomando uma lavada do Grêmio no quesito posse de bola, a equipe paulista praticamente não correu riscos do ponto de vista defensivo, salvo pelos chutes de fora da área do Grêmio (e principalmente o fatal de David Braz). Dudu e Hyoran mostraram-se ótimas válvulas de escape para os contra-ataques alviverdes.

Cronologia do jogo As propostas dos dois times ficaram evidentes desde o início da partida. E quem se deu melhor foi o Palmeiras, que, mesmo com pouca posse de bola, era quem mais incomodava a defesa adversária. Aos 13 minutos, a recompensa: em contra-ataque fulminante, Hyoran encontrou Dudu pela direita. O atacante puxou para dentro deslocando David Braz e bateu cruzado sem chance de defesa para Júlio César, abrindo assim o placar para os visitantes.

 

Precisando ainda mais balançar as redes alviverdes, o Grêmio enfrentou muita dificuldade para furar a boa retranca do Palmeiras. Somente chutes de média e longa distâncias é que conseguiam ser convertidos em finalizações pelos gaúchos. Foi a equipe alviverde, porém, com contra-ataques finalizados por Hyoran e Borja, quem mais se aproximou do segundo gol da partida.

Ainda no primeiro tempo, o Palmeiras até conseguiu ampliar o placar, mas o tento foi anulado por impedimento. Borja, em posição irregular, foi acionado por Dudu pela direita e cruzou na medida para Hyoran, que cabeceou colocado para o fundo das redes.

Para o segundo tempo, Renato Gaúcho tentou mudar o cenário da partida ao voltar do intervalo com Patrick no lugar de Darlan. A equipe tricolor, porém, pouco aumentou sua periculosidade frente à defesa palmeirense - cujo lateral-direito, Mayke, se machucou e precisou ser substituído por Marcos Rocha.

Quem também se machucaria ao longo da etapa complementar seria Léo Moura, dando vaga ao atacante Luciano. O Grêmio, definitivamente, lançava ali mão de todas suas cartas na tentativa de ao menos empatar a partida. Felipão respondeu trocando Dudu por Ramires.

Nos minutos finais, o Grêmio intensificou a blitz nas proximidades da grande área palmeirense. E, numa bomba de fora da área do zagueiro David Braz, já no apagar das luzes, os donos da casa anotaram um golaço e evitaram a derrota em sua arena.

 

Ficha técnica Grêmio 1 x 1 Palmeiras

Data: 17 de agosto de 2019, domingo Horário: 21h (de Brasília)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Competição: Campeonato Brasileiro, 15ª rodada

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)

Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ) VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Público/renda: 12.897 pagantes / R$ R$ 485.858.

GOLS: Dudu, aos 30' do primeiro tempo; David Braz, aos 42' do segundo tempo Grêmio: Júlio César; Léo Moura (Luciano), Paulo Miranda, David Braz e Bruno Cortez; Rômulo e Darlan (Patrick); Pepê, Thaciano e Luan (Everton); Diego Tardelli. Técnico: Renato Gaúcho. Palmeiras: Weverton; Mayke (Marcos Rocha), Antônio Carlos, Gustavo Gómez e Victor Luís; Thiago Santos e Matheus Fernandes (Bruno Henrique); Hyoran, Raphael Veiga e Dudu (Ramires); Borja. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.